NOVO DMSO!!!

Partilhar

O uso do DMSO para tratar doenças que ameaçam a vida

 O objetivo com as situações que ameaçam a vida é conseguir rapidamente que o MMS circule no sangue enquanto a pessoa se mantém abaixo do nível de enjóo. Uma maneira de chegar é através da adição de DMSO para o MMS-CDS ativado, assim ele pode agir como um portador para o envio de MMS-CDS diretamente para a pele e os músculos e, portanto, para o sangue. Há experiências em testes que mostraram que o DMSO chega diretamente a qualquer tipo de câncer no corpo e em seguida penetra as células cancerosas.   Isto não é especulação, porque foi demonstrado através de testes. A teoria é que quando o DMSO está a transportar o MMS-CDS, o levará às células cancerosas onde vai matar o vírus que torna a células malignas. Muitos tipos de câncer foram curados dessa maneira, eu sei porque muitas pessoas me chamaram dizendo que o seu câncer tinha desaparecido

(Jim Humble)

O DMSO é um líquido higroscópio, dissolve-se em água e no álcool; solúvel em éter, clorofórmio e benzeno, com temperatura de congelamento de 18,5º C, com baixa viscosidade, tendo uma densidade idêntica à da água. A elevada capacidade higroscópica decorre da sua intensa afinidade pelo hidrogênio, formando pontes mais fortes que às formadas entre moléculas de água.
DMSO apresenta as propriedades de penetração, difusão, ação carreadora e potencializadora: a particular habilidade em transpor a pele íntegra, difundindo-se em todos os tecidos e fluídos orgânicos faz do DMSO uma arma poderosa, freqüentemente útil no tratamento de lesões localizadas em tecidos. O DMSO foi novamente classificado pelo FDA como IND (Nova Droga em Investigação), o que significa que a aprovação da FDA deve ser obtida para uso em humanos e animais.

O DMSO, está a ser actualmente utilizado como veículo para preparações tópicas, já que se verificou ser um excelente transportador para muitos fármacos, mesmo quando aplicado na pele intacta, aumenta a penetração cutânea e a absorção, permitindo preparar medicamentos que se mostram ativos para certas condições dermatológicas, em que as formas clássicas de tratamento foram ineficazes. Existem estudos comprovando a estabilidade de mais de 7200 produtos em DMSO.

O dimetilsulfóxido (DMSO) devido às suas propriedades carreadoras, têm sido utilizado em formulação magistral na terapêutica dermatológica, contendo medicamentos antiinflamatórios não-esteroidais, drogas esteroidais, antifúngicas, antivirais e drogas anticancerígenas.

Partilhar