Terapia de Banho

Partilhar

Muitas vezes, quando as células começam a oxidar as toxinas, por causa do metabolismo, libertam resíduos ácidos (ácidos gordos, dióxido de carbono, ácido úrico) que muitas vezes o organismo não consegue eliminar rapidamente através dos “filtros” (pulmões, rins, fígado, pele), gerando enjóo e alguns síntomas conhecidos como a Reação de Herxheimer>, ou seja será como um “tránsito de toxinas”.

Uma boa terapia de ajuda, conhecida como a “dialese percutânea”, pode ser feita na banheira de casa:

Importante: Devemos ter boa ventilação e/ou a janela aberta, não esqueça que a respiração concentrada do dióxido de cloro pode ser tóxica.

  • Encher a banheira (limpa, sem químicos champú ou sabão) com 100 litros de água quente entre 37ºC e 40ºC. (a mitade da banheira)
  • Num copo misturar 5 ml (100 gotas) do activador e 5 ml do portador (ou podemos usar 15 ml de CDS), esperar 30 segundas para a activação e deitar na banheira. Misturar.
  • Submergir o corpo todo, mesmo alguns segundos a cabeça. Assim conseguimos que o dióxido de cloro entre através da pele (fluídos corporais e tecido intersticial) tirando as toxinas no sangue.
  • Depois de 10 minutos (pode acrescentar mais água quente se arrefeceu muito para manter os 37ºC a 40ºC), acrescente e dilua 2 Kg de sal marinho, isto gerará uma “osmose percutânea” libertando água e toxinas através da pele. Pode manter-se 20 minutos neste processo.
  • Observará que a água torna-se suja, são as toxinas tiradas do sangue.
  • Depois deste processo deve tomar uma duche normal. Deve beber água pura em pequenas doses para recuperar a deshidratação.
  • É recomendável fazer de noite antes de deitar-se.
  • Esta terapia pode-se acrescentar aos outros protocolos MMS/CDS para maior eficácia.
Partilhar