MMS-Clorito de Sódio

Partilhar

MMS-Clorito de Sódio-O que é?

MMS: Suplemento Mineral Mestre
O MMS, é uma combinação de Clorito de Sódio y Ácido Clorídrico, que quando misturados, libertam DIÓXIDO DE CLORO. (Não é LIXÍVIA, é tão diferente como comparar água com água oxigenada)- VEJA A EXPLICAÇÃO>

gifhcl

O Dióxido de Cloro, é um oxidante potente, e o melhor bactericida que conhece-se, e usa-se há 50 anos.Então: Porque não usa-se na medicina oficial no ser humano?
Há quem pensa que a resposta, embora dolorosa é óbvia:
O custo do cancro anual só em Espanha, é de 83.000 milhões de Euros
O custo dum paciente de cancro é de 380.000 Euros
O custo dum paciente de Sida é de 15.000 Euros
Além disso, o Clorito não é tóxico>, e não pode-se patentear, por isso que muitas pessoas pensem que não há interesse em que facilite-se, porque de ser assim as farmacéuticas perderiam milhões, estimando que o MMS substituiria a mais de 4000 medicamentos.
Agora entenderá porque este produto não o darão-se na farmácia, e porque os médicos, exceto em alguns casos, não o prescrevem.
Seu descobridor Jim Humble, e investigadores, médicos e cientistas como Andreas Kalcker > (criador do CDS>), experimentaram que o MMS pode-se utilizar para tratar (não é uma cura) qualquer doença gerada por virus, bacterias, fungos, e parásitos; tanto em pessoas como em animais, reforçando o sistema imunitário.
Por exemplo:

Abcessos, acne, afta bucal, alergia, Alzheimer, Amigdalite, Ansiedade, Apendicite, Arteriosclorose, Arteromatose, Artrite Reumatoide, Artrose, Asma, Autismo, Bronquite, Brucelose, Cálculo Renal, calvície, Cancro Colorrectal, Cancro de Esófago, Cancro de Estómago, Cancro de Fígado, Cancro de Língua, Cancro de Mama, Cancro Ossos, Cancro de Ovário, Cancro Pancreático, Cancro de Próstata, Cancro de Pulmão, Cancro Renal, Cancro de Tiroide, Cancro no Útero, Cancro de Bexiga, Candidiase, Caspa, Chagas, Chincunguya, Ciática, Cirrose Hepática, Cistite, Colesterol, Colite Ulcerosa, Conjuntivite, Constipação, Demência, Dengue, Depresão, Dermatite atópica, Diabetes, Diarreia, Disfunção Eréctil, Diverticulite, Dor de Cabeça, Ébola, Doenças Autoimunes, Doença de Crohn, Lyme, Doença Pulmonar EPOC, Enxaqueca, Erupções na Pele, Escherichia Coli (E.Coli), Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), Esclerose Múltipla, Esquizofrénia, Estomatite Vesicular, Fibromialgia, Fibrose Quística, Febre Tifoidea, Fístula Anal, Fractura, Gastrite, Gastroenterite, Gingivite, Glomerulonefrite Posestreptocócica, Gonorrea, Gota, Influença, Halitose, Hepatite, Feridas, Hérnia, Herpes, Hipertensão arterial, Hipertiroidismo, Fungos-Micose, Infeções, Infeções bucais,Insuficiência Cardiaca Congestiva, Insuficiência Renal, Lehismaniase cutânea UTA, Leucemia, Liquen escleroso atrófico, Linfoma, Lou Gherig, Lupus, Malária, Meningite, Metáis Pesados, Mononucleose, Nefrite, Neumonia Pulmonia, Osteomielite, Osteoporose, Otite, Papiloma Virus VPH, Periodontite, Picaduras, Pé de atleta, Prostatite, Psoriase, Pulmonia, Queimaduras, Quistes, Refluxo Gastroesofágico, Rinite Alérgica, Sarcoidose, SARM, Sarna, Síndrome de Sjogren, Sinusite, Saphilococcus, Bipolaridade e Ansiedade, Trombose Venosa, Tuberculose, Tumor, Úlcera Péptica, (helicobácter), Úlceras diabéticas vasculares, Uveíte, Vaginose Bacteriana, Várices, verruga Vírica, VIH Sida, Virus Epstain Barr, Vitilígio, Vírus Papiloma Humano…

Como é possível?

Nos vídeos adjuntos, pode-se ver como Andreas Kalcker explica seu mecanismo de ação, em resumo, que o nosso corpo respira, e leva oxigénio través do sangue às células do corpo todo. Ou seja, as células do nosso corpo, e o nosso sangue, precisam e trabalham com oxigénio, mas os virus, tóxicos, ou bacterias daninhas e externas ao nosso corpo, não. Nosso sangue tem um PH 7.5, e o consumo em excesso de açúcares, farinhas refinadas, alimentos processados etc, fazem que o nosso corpo mude o PH, na digestão de alimentos, no sangue e em algumas células. Explica que isto acidifica o nosso organismo propiciando distintas doenças. As células ou partes do corpo que não recebem uma quantidade de oxigénio suficiente para sobreviver, mudam o seu metabolismo, e obtêm energia por fermentação, e não por oxidação, e sustem que uma célula de cancro, está estudiado que tem esse funcionalismo. Explicando que se alterar-se o factor PH no corpo, e/ou alterar-se a eletricidade do corpo, as comunicações com o sistema nervoso e o cérebro, altera-se, siendo gerador isto também de alterações e distintas afeções no corpo, igual como acontece com a diabetes, porque o excesso de
açúcar no sangue faz dificil essa comunicação. Investigou que o MMS, atúa exatamente nestes pontos que ele fala, libertando oxigénio em virus e bacterias nocivas, oxidando tóxicos e metales pesados, eliminando parásitos microscópicos,
restabelecendo o PH e as “comunicações elétricas” do nosso corpo, e libertando na sua combinação química e descomposição, compostos que vão gerar no corpo ácido hipocloroso, que é oque usa o nosso sistema imunológico para defender-se…
De acordo às suas explicações e investigações, podemos entender melhor que não é algo “milagroso”, sinão que, segundo ele, atúa nos pontos principais que originam uma multidão de doenças…
PARASITAS:
O tema das parasitas, exige uma menção aparte, porque sopõe-se erradamente que é algo do pasado ou do terceiro mundo; o certo é que são mais frequentes do que pensamos, e são causantes de muitas doenças de hoje. Como é normal nestes tempos, não interessa falar nem divulgar este tema, e teríamos de perguntar-nos se é que indirectamente é uma fonte de ingressos considerável. Já pensou, por exemplo: Porque o veterinário aconselha-nos desparasitar ao nosso cão, cada tres meses, porém nem ele, nem o nosso médico, recomendam para nós, com a certeza da facilidade com que transmitem-se as parásitas?
Segundo Andreas Kalcker, O MMS elimina as parasitas microscópicos, mas os maiores não. Recomendo-lhe informar-se mais sobre este tema, e ler o protocolo de desparasitação que pode encontrar em “Protocolos”
CANCRO: Veja o testemunho de cura >
O caso do Cancro, é especialmente preocupante, porque a população toda está ensinada sobre o funcionalismo do cancro, porém poderia não ser tudo certo, porque muitos autores sustentam que as células não tornam-se cancerosas “porque sim”, ou por azhar, senão que há diferentes causas. Entre elas apresentam-se: a alimentação inadequada, exposição a determinados agentes químicos ou de radiações de distinto tipo, o mesmo a desgostos ou traumas muito fortesque a pessoa sofreu, etc. Muitos terapeutas e pacientes espantam-se de que os médicos que tratam a doentes do cancro, não sejam também especialistas em nutrição, e que inclusive não ponham restrições na sua alimentação, nem na sua casa, nem nos hospitais… Geramente, não há ma vontade, senão ingnorancia…

PARA MAIS INFORMAÇÕES:

Veja Andreas Kalcker-MMS > em Vídeos.

Esclarecimento: Este site é simplesmente informativo, não substitui nenhuma recomendação médica. Apesar de existir muitas pesquisas sobre a não toxicidade, é cada pessoa quem decide experimentar o seu uso, e fica sob a própria responsabilidade.

Partilhar